Pesquisar este blog

domingo, 8 de agosto de 2010

Namorado virtual.


Não gostaria de me apaixonar tão fácil
Não deveria me entregar a alguém assim
Estou cansado dessa vida.
Quando essa busca vai ter um fim?
Imagino suas mãos arrancando a minha roupa
Difícil não é buscar você
Difícil é conter esse tanto querer
Não conto os minutos para te ver
Pois mais longos eles vão ser
Eu quero é ter você, amanhecer ao seu lado
Construir um novo significado para o pecado
Nem sua voz eu sei
Nem teu rosto ainda toquei
Por que você ainda é tão virtual pra mim?
Nunca fui bom em imaginação
Fico pensando se tudo vai ficar apenas na criação
Se meus lábios não vão tocar os seus
Sentir o calor do teu corpo nos braços meus
Se não vou sentir o seu gozo
Se não vou sentir os seus quadris entre minhas pernas
E ter você dentro de mim
Bobagem como posso gostar tanto de alguém
Que o que só tenho é um orkut com apenas uma foto
Ou as poucas coisas sobre a sua vida que sei
Pela noite que teclamos pelo msn
Não é bobagem
Não posso chamar de bobagem o que sinto
O que sinto é tão forte
Que vai fazer esperar esse dia que deixaremos de ser tão virtuais
E passaremos a ser um para o outro reais


Para um cara virtual uma declaração de amor virtual.

Central blogs

div align="center">Central Blogs

Colméia

Colmeia: O melhor dos blogs

Ueba

Uêba - Os Melhores Links