Pesquisar este blog

sábado, 20 de novembro de 2010

Quero você! - Capítulo I

III

1985.

Logo já estava eu com oito anos e não era mais aquela criancinha que corria pela casa e nem o menino de olhos castanhos cheios de curiosidade, afinal tinha descoberto o mundo. Como eu era bobo, mal sabia eu que o mundo de possibilidades  não tinha se aberto diante dos meus olhos.
Faltei apresentar meus irmãos Lúcio, que já se encontrava no alto dos seus 11 anos e Clara ainda com os seus 6 anos. Lúcio passava a maior parte do dia jogando bola, sua paixão e Clara ainda estava na fase dos olhos cheios de curiosidade e ser o mimo da casa.
Lúcio amanhã iria fazer um teste na escolhinha para entrar no time, e o meu pai o cobrava para que obtesse um bom resultado.
As 19 hs como era costume lá em casa todos já estavam a mesa para jantar.
-Gostou da boneca Clara?
-Gostei tia.
-Está paparicando muito essa menina Rita. -fala Fausto -Lúcio vai treinar mais um pouco lá fora fora antes de dormir.
-Mas já treinei a manhã toda.
-Treine mais ora.
Lúcio se levanta.
-Lúcio termine o jantar. -fala Rita, mas Lúcio se retira ao olhar para o pai e sem falar nada, Rita se vira para Fausto -Você não pode impor os seus sonhos frustados em cima do menino. Se ele não quiser ser jogador de futebol?
-Ele vai ser jogador de futebol. Deus há de querer! Eu vou ver o treino dele, ele é muito macetoso.
-Deixo que eu lavo a louça -Se candidata Lourdes.
Lourdes vivia lá em casa e depois da morte de mãe não arredava os pés de lá, ficava o dia todo em casa.
-Sabe o Valdir, o menino da escola de Bíblia, foi expulso da igreja e da congregação.
-Por que mãe? -Pergunta tia Rita.
-Descobriram que ele namora um rapaz rua de trás. Uma pouca vergonha.
-Nossa um menino tão bom. -Lourdes.
-O Diabo minha filha, tenta...tenta, temos que estar alertas. Do que adianta ser tão conhecedor da palavra se não a coloca em prática? Deus me livre e guarde de ter essa desonra na família. Prefiro ter um neto marginal morto do que um neto que dê pra viado. Que leva o nome da família na lama junto com ele.
Aquelas frases da minha avó não saíram da minha cabeça. Valdir teve que sair da cidade, ir para o interior.
Ele levou uma surra de alguns rapazes, e a família está envergonhada com as atitudes dele. Era um rapaz bom, ensinava a palavra, sabia todos os cânticos, doutrinava, escrevia versos falando de Deus, e sempre tinha uma palavra acolhedora para quem quisesse ouvir. Mas todas essas qualidades desapareceram quando souberam que ele gostava de rapazes.
Era como se fosse uma doença, nem poderia se comentar nos lares sobre o assunto.
Mesmo sem compreender o que estava acontecendo eu fui ver ele sair da cidade. Estava com olhos tristes, cabisbaixo, envergonhado e essa cena me tocou e me marcou e eu a partir daquele momento guardei para mim a palavra homossexual.

7 comentários:

Urbano disse...

Difícil separar preconceito de religiosidade. A "palavra" de Deus. Ok. Cristãos raramente lêem a bíblia.

Conhecem uma versão bem distante do que ela realmente é em fragmentos selecionados por seus doutrinadores. Pequenos trechos de versículos pra causarem algum conforto, totalmente conveniente.

Não que a leitura fosse reduzir o preconceito. Mas lendo tanta injustiça, violência e barbaridade, quem sabe repenssassem se isso cabe a um deus bondoso. Enfim, acabei me desviando um pouco do tópico. Recomnedo o filme MILK, a voz da Igualdade.

Forte abs!

http://atmosphera2hq.blogspot.com/
http://atmosphera2.blogspot.com/

O ponto é que a ignorância em todas as suas bases deve ser combatida

Carlos Andrade - Never Forget 29/05/2007 disse...

não sou religioso... um dos motivos é esse tipo de preconceito. A bíblia prega CLARAMENTE violência contra homossexuais, e eu acho absurdo.

Lolly disse...

Achei incrível. Preconceito realmente é algo para se jogar fora.
espero retribuição: http://lollyoliver.wordpress.com/

Amanda disse...

adorei o blog, gostei do assunto abordar a religiosidade e preconceito que permanece no mundo ainda (:

DhyegoDiaz disse...

Muito legal (:

Cristine disse...

Olá, mto bacana o texto, volto pra ler mais assim que puder.
Um abraço!!

Eduardo o/ disse...

nossa

mt bom

gostei mesmo

o pior é que isso é algo que ainda se ve muito

http://oarlecrim.blogspot.com

Central blogs

div align="center">Central Blogs

Colméia

Colmeia: O melhor dos blogs

Ueba

Uêba - Os Melhores Links