Pesquisar este blog

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Não queria gostar tanto de alguém



Por que me ofereceu seus olhos?
Se não posso agora olhá-los
Por que me me ofereceu seus beijos?
Se tinha intenção de tirá-los
Por que me ofereceu sua mão?
Já que elas me levaram ao fim
Por que me ofereceu esse sorriso?
Por que esse mesmo sorriso vai ser oferecido a outro rapaz
Por que me ofereceu seu calor?
Se estou aqui de novo sozinho.
Sinto saudade do seu abraço
De todo teu rosto
E da maneira como me toca quando encosto
Já estou eu aqui de novo pelo mesmo caminho
Não queria me comportar como bobo
Agora chorando
Não queria gostar tanto de alguém
Queria fechar esse coração para não entrar mais ninguém
Ficar com apenas as lembranças
Pelo menos essas doloridas lembranças
Vão me lembrar que um dia fui feliz.

7 comentários:

Cris Marcelino disse...

LINDÍSSIMO!
Eu realmente gostei.

Diogo disse...

Gostei bastante. Esse poema parece mto com minha vida é por isso que hoje procuro não amar tanto, não quero me decepcionar.

Diogopensamentos.blogspot.com

palavras ao vento disse...

belas palavras...sentimentos na escrita...

KGeo disse...

muito foda o texto bem profundo, texto foda

Tatiana disse...

Eu não sei pq a gt nunca consegue reter a msg propagada a tanto tempo que diz que "o pra sempre acaba" ?! Pq a gt sempre acha que vai ser pra sempre e que determinada pessoa estava destinada a permanecer e jamais ir se a grande lição que a gt tira da vida é que tudo nela é passageiro?! As pessoas vêm, deixar um pouco delas, levam um pouco de nós e assim a gt vai se tornando quem somos. Tlvz se não fosse esse grande ciclo a gt não teria a possibilidade de aprender a diversidade de ocisas que aprendemos com pessoas diversas. O lugar sempre ocupado impede vc, de determinada maneira, de aprender novas coisas, sentir novos sentimentos.. Qdo a gt sofre a gt sempre pensa que nunca vai passar, que nunca vamos ficar bem, que aquela foi a dor mais forte que já sentimos.. E depois que passa a a gt se pergunta pq se permitiu sofrer tanto se sabia que ia passar.. É nessas horas que surge na minha cabeça a frase do ilustre Cazuza que afirmava, convicto ou não, que " o nosso amor a gt inventa pra se distrair, e qdo acaba a gt pensa q ele nunca existiu.."
__
http://coracaoonline.blogspot.com/

Wagner Noya disse...

LINDO *_* GOSTEI MUITO MESMO

Beatriz Verissimo disse...

Nossa, muito lindo. Adorei.

Central blogs

div align="center">Central Blogs

Colméia

Colmeia: O melhor dos blogs

Ueba

Uêba - Os Melhores Links