Pesquisar este blog

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Orla desvairada



Num cantinho qualquer
O prazer alguém quer
Onde mão boba é bem vinda
E você pode não ter gozado ainda
Onde sem pudor se leva a boca
Nem sempre só se despindo a roupa
Orla que tem preço
E terminar dentro de um carro não é apenas o começo
Onde puta é apenas um elogio
E ficar duro longe de curiosos é apenas um privilégio
Onde terminar um coito é apenas um convite para o próximo
E sem flerte o que é boníssimo
Protegido ou não a depender do seu tesão ou desvairança
E com sorte segura o troféu que conquistou diante de muitos com perseverança
Orla onde as vez não se faz nada e se observa tudo
Até o beijo desprovido em algum carnudo
De quatro experimentando a delícia de ser
Sendo observado experimentado a delícia de fazer 
Orla do sexo fácil e descompromissado
Descompromissado até mesmo com a tesão do outro por ser apressado
Ao cair da noite tudo é só sexo
Mesmo que pra você não tenha algum nexo

Nenhum comentário:

Central blogs

div align="center">Central Blogs

Colméia

Colmeia: O melhor dos blogs

Ueba

Uêba - Os Melhores Links