Pesquisar este blog

domingo, 24 de janeiro de 2010

Últimos versos.


Te escrevo esses versos
Pode ter a certeza que esses serão os últimos
Na praia nos conhecemos
E sem mais nem menos começamos a pensar que
conhecíamos o outro mais do que a nós mesmos
Do encantamento passou-se a paixão
E da paixão para o desprezo sem sentirmos
Esses versos podem agora parecer perversos
Mas refletem o que agora estou sentindo
Poderia dizer que escrevê-los está me doendo, mas estaria mentindo
Você me cobrava juras de amor que eu não dizia
Os beijos meus que não eram dirigidos a você
A minha presença, mesmo fisicamente ao seu lado
O meu espaço, o meu tempo
E assim fui cada vez mais ficando mais calado
Pois todas as palavras eram suas
E as verdades para você não estavam nuas
Perdão... Por ter te oferecido a minha forma errada de amar
Te amo, mas não da forma que você quer o seu amado
Eu não aprendi a amar assim
Eu esperei tanto a liberdade
Que tive medo ao me ver preso a você
Agora que você não quer a minha amizade
Apague o meu número da sua agenda
E espero que com isso nós dois aprenda
Eu sei que te magoei e você sabe que me sufocou
É melhor assim daqui pra frente
Para o que foi lá atrás não pareça tempo desperdiçado
Deixe de investir nesse amor que talvez nunca tenha começado.

8 comentários:

Canto do Lufa disse...

o texto é angustiante e tenso.
Parece uma mulher com cólica tendo crise consciência pensando e comendo chocolate

Vinicius Oliveira disse...

que texto melancolico haahahhaaha ahuahauahuahuahaha

Ariane disse...

Ei, num debochem não!
Num é que me identifiquei?!
Relacionamente por si já é dificil e quando rolam as cobranças e pressões o troço fica foda. Mas é isso ai... bola pra frente. rsrs
Abraço.

Gutt e Ariane disse...

A tentativa de viver a dois nem sempre é só flores... há mesmo os momentos de angustia, dor e lamentação. Ao mesmo tempo que parece um homem extremamente magoado, serviria tbm para uma mulher na mesma situação...
A tristeza pelo fim parece ser assexuada no fim das contas...

Deane Castro disse...

Hum...
O cara ali disse que é tenso, mas qual não seria em se tratando de um fim de relacionamento frustado?

É assim que acontece com a maioria.

Gostei daqui!

Rodolfo Soares disse...

Muito comum a todas as pessoas... o texto retrata bem isso...

Abraços
www.borarir.com

Sobre a blogueira de plantão.. disse...

gostei do blog


http://seilaasvezesirrita.blogspot.com/2010/01/o-mundo-chorando.html

Dizem as boas linguas que é bom e acabou de postar ;)

Paty disse...

sofrimento comum a homens e mulheres, temos o hábito de guardar mágoas em vez de pedir perdão e perdoar. falta diálogo p/ resolver os problemas, e aí ficamos sempre sofrendo.

Central blogs

div align="center">Central Blogs

Colméia

Colmeia: O melhor dos blogs

Ueba

Uêba - Os Melhores Links