Pesquisar este blog

sábado, 3 de outubro de 2009

Curtas urbanas

Mariana é uma jovem de 30 anos, que passa pela chamada crise dos 30. não casou, não tem filhos. Acredita em astrologia, quiromância, tarologia, em fim, é uma mulher de 30 sem muita coisa para fazer. E em uma de suas consultas ela soube que sofreria um acidente que lhe custaria a vida.


A cartomante disse.

-Mãe, eu sou sua filha única. Mães tem essa coisas, esses pressentimentos, diga!
-" Filha você liga para a minha casa as duas da manhã pra isso. Eu estou aqui tomandoo meu pote de sorvete noturno e você vem falar de pressentimento..."
-Não é possível que você não esteja sentindo nada. Mãe a sua filha pode morrer. Não casei, não tive filhos ainda.
-"Ai, acho que estou sentindo alguma coisa".
-Ai, eu sabia mãe. Eu li nesses livros aí que as mães tem um elo preso com os filhos.
-"Ai filha o meu caso é intestino preso mesmo, tenho que aproveitar para dá aquela barroada, vou desligar". - desligou.
-Meu Deus. Esvânia!
-Oi - aparece a empregada.
-Eu tenho uma passagem para Florianopólis. Quer ir comigo?
-É de avião?
-Sim. - ela senta no sofá e desliga a tv que iria mostrar um avião que caiu no mar matando todos os passageiros.
-Num vou não, tenho medo.
-As estatísticas dizem que ´o avião é o meio de transporte mais seguro que existe. Ai Esvânia a cartomante disse que eu iria morrer. - chorando - Eu ainda não casei e não tive filhos. O meu futuro marido pode estar aí nas ruas e becos da vida a minha espera sem saber que pode nunca me conhecer.
-Acho que isso é encosto Dona Mariana.
Esvânia aconselhou a patroa a procurar uma Mãe de Santo.
A mãe de Santo incessa a casa.
Mariana tossindo se despede da Mãe de Santo.
-Acho que pela quantidade de incesso que inalei, estou protegida há mais algumas reencarnações.
-O seu amigo Flávio ligou.
-Ah Flávio! Ele é médico. Esvânia você é um gênio! - ela não beija o rosto de Esvânia.
No consultório de Flávio.
-Nada, está normal.
-Tem certeza? Nenhum tumor? Ferimento? Nada?
- Eu sou médico, primeiro a ética. Assim você está me ofedendo.
-Mas você sabe eu...
-Não casou, não teve filhos e também não adquiriu juízo. Onde já se viu acreditar em cartomante.
Ela em casa vai até a janela.
-Meu Deus me dê um sinal, alguma coisa. Um alerta para o que devo fazer!
-Cale a boca porra! - o vizinho do andar de cima grita.
-Ela entra e fecha a janela.
No dia seguinte ela tia o carro para viajar e atropela no estacionamento uma cadelinha.
-Vida! - a dona da cadela desesperada - Ai meu Deus.
Mariana começa a dar risada, pois entendeu a frase da cartomante: "Você sofrerá um acidente, que lhe custará a vida "
-Está rindo. Você matou a vidinha - a mulher chorando..
-Ela até está bonitinha toda estira dinha no asfalto - a dona olha para ela. - Ah desculpa. Foi mal.

6 comentários:

Tute Braga disse...

Oie!!!
Você ganhou um selo!!!!
Passa lá no blog!
=)

Beijosss

Fernanda disse...

aaah! adorei! essa pitada de humor coube muito bem!

Leonardo Fernandes Ayres Belens disse...

Cara ñ paro de rir, oq é isso!? custou a vida de outro, q ñ foi ela. e se chamava vida.. cartomante sábiaa.


http://ligaploc.blogspot.com

FabioZen disse...

egal,as vezes a gente precisa de um texto leve e que flui como esse teu!Parabens1

gAng disse...

kkkkkkkk
muito bom^^
a cachorra chamava vida, como a mulher não pensou nisso... eu tb nao Oo

www.hysteria-project.blogspot.com

Biia Mendes disse...

Adorei .

o humor traz alegria :)

Central blogs

div align="center">Central Blogs

Colméia

Colmeia: O melhor dos blogs

Ueba

Uêba - Os Melhores Links