Pesquisar este blog

sábado, 24 de outubro de 2009

Curtas urbanas.

Sabe quando você reencontra amigos da época de scola. Aí como não tem nada pra falar vem aquele interrogatório do que você anda fazendo ou de quem você anda comendo. Mas quando essa pessoa que você reencontra é chata. Como se livrar dessa mala?



Os ingressos.

_Danilo.
-Almir. -Danilo o abraça com desânimo.
-Veio assistir uma pecinha?
-Não, vim aqui para ver sua cara. - sorrir.
-Quanto tempo cara! Você já deve ter uns 36 anos já né cara.
-É nessa faixa.
-Continua ruim de bola? Pô cara, ele era uma perna torta da porra. - ele fala isso para o cara de trás.
-Casou?
-Não.
-mas também feio desse jeito nem a gripe suína te quer. - comecar a dar risada - Essa foi boa.
-Já vejo que você continua o mesmo retardado de sempre.
-O quê?
-Você sabe quem está no elenco da peça?
-Não. Há se formou em quê?
-Em nada, não fiz faculadde.
-cara, ams tanta faculdade aí, até a Lia se formou em enfermagem.
-Meu Deus! Me diga em que porra de clínica ou hospital ela esta trabalhando.
Tem notícias do vítor, Soninha e Carlos?
-Vitor estar preso por tráfico de drogas, Soninha tá dando no calçadão e Carlos está queimando o suíte.
-Nossa que amizades você escolheu hein. Os meus amigos, a Amanda está morando nos Estados Unidos, Leo trabalha num jornal e Cássio trainne de uma multinacional e eu sou dsigner de jóias.
-Designer de jóias?
-Ah e você trabalha em quê?
-Mecânico.
Chegou a vez de Danilo.
-E tem dinheiro para ver uma peça?
-Não, estou aqui para ver se encontro um sobrando, ou tenho um caso com alguém da produção.
-Aqui as poltronas que ainda estão vazias. - Fala o balconista.
-Fila A.
-Vai pagar a primeira fila? - pergunta chocado Almir -Você morava numa casa que nem era rebocada de três cômodos e me lembro que na escola todos dividiam o lanche com você por você não ter o que comer no café da manhã.
Danilo vira-se.
-Está olhando bem para a minha mão e os meus cinco dedos? - ele mostra a mão -Eles vão parar aí nesse seu rostinho de merda. E não vai ser aberta, vai ser fechada mesmo.
Almir cala-se, Danilo pega o ingresso.
-Ah, eu peguei a poltrona A(, nem pense pegar A10, A*, ou qualquer A ou B que seja. Foi um prazer revê-lo. - Danilo se retira.
-Nossa, cara estressado. O que eu fiz? - Pergunta Almir para o balconista.

4 comentários:

Naya Rangel disse...

Mas que cara chato hein? Deveria ter apanhado ... Ótimo conto!

Abraços!

Diego Janjão disse...

huahuahauahu

Mas na maioria das vezes a gente se ferra sem saber o que a gente fez!

ALIMAC disse...

Sempre rola uns mal entendidos desses!

www.teoria-do-playmobil.blogspot.com

Avassaladoras Rio disse...

Querido amigo avassalador...
No meu caso especifico já não tenho esse tipo de problema kkkk pois meus amigos de escola ou estão senis ou estão mortos kkkkkk

Central blogs

div align="center">Central Blogs

Colméia

Colmeia: O melhor dos blogs

Ueba

Uêba - Os Melhores Links