Pesquisar este blog

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

O mestre -Capítulo 6

Pedro foi matricular o irmão numa faculdade.
-Obrigado meu irmão.
-Você merece.
-mas onde arranjou a grana para bancar o meu curso universitário?
-Eu preciso da sua ajuda para uma coisa, vai ser teu pagamento digamos assim por eu ter dado o dinheiro para a sua faculdade.
Ana acaba mais um dia de serviço como enfermeira e se aproxima uma enfermeira negra e gorda.
-É verdade que você se demitiu Ana?
-Sim Wilma, isso aqui não é pra mim. Eu sei que mereço mais.
-Mas não vai se meter em encrenca não né?
-Não Wilma, eu já tenho outro emprego a vista.
-Vou sentir muito a sua falta menina.
-Eu também.
-Que você seja feliz.
-Vou me trocar tirar essa roupa para sempre.
-Tchau.
Ela vai no banheiro, mas é encurralada na parede por Sérgio.
-Onde está ele?
-Não sei do que você está falando.
-Do seu marido, aquele ladrãozinho.
-Ai, me solte.
-Diz!
-Não sei. - ele apertou o pescoço dela e bateu a mão dela na parede. -Juro. -ela dá um chute na verilha dele.
-Sua vaca!
A joga contra a parede.
-Diz se não te mato aqui. -ele tira uma arma do bolso.
-Você tá interessado na grana?Damos-lhe 30 mil. -ela fala no ouvido dele.
-Não, quero mais.
-50 mil e mais eu. O seu chefe é um insuportável, não vê o quanto você é importante para a empresa. -ela desce a mão e pega no saco escrotal dele.
Se beijam, enquanto se beija, ela arranha as pernas dela, ele tira a blusa dela.
-Socorro!
-O que você está fazendo?
-Me ajudem, por favor.
Chegam os seguranças e pega ele.
-Me larguem sua vádia. -o levam.
Ela chorando é abraçada por Wilma.
-Ai Wilma foi horrível.
--Meu Deus como este homem entrou aqui?
Alguns minutos depois ela sai pela garagem.
-Senhor João, a doutora Rosana está lhe chamando na sala dela.
-A doutora Rosana. -0ele se retira com um sorriso nos lábios.
Ela com um clipe abre a porta da ambulância e aparece Paulo vestido de médico.
-Esconde a foto do crachá no bolso do jaleco.
Eles entram, ela em especial com um sorriso, pensando o que uma enfermeira não sabe o que ocorre no hospital.
Eles nem são barrados pela segurança.
Pedro vai numa favela.
-Quero duas bombas de fabricação caseira e preciso da ajuda de vocês num serviço.
Doutor Raul Vascentini solta Sérgio na cadeia.
-Você é um incompetente, como foi capaz de deixar que aquela mulher te enganasse. Só estou rodeado de imbecis.
Sérgio abaixa a cabeça.
-Agora sei com quem estou me dando. São mais espertos do que eu pensava.

Nenhum comentário:

Central blogs

div align="center">Central Blogs

Colméia

Colmeia: O melhor dos blogs

Ueba

Uêba - Os Melhores Links