Pesquisar este blog

sábado, 10 de janeiro de 2009

O mestre-capítulo 14

-Você abandonou um carro mais de 80 mil reais?
Pedro se trancou no quarto, não queria sair de lá de jeito nenhum, detestava a palavra sair, dormia com as luzes acesas no quarto.
Ana e Paulo jantam.
-Não agüento mais. Ele não vai para o trabalho, perdeu Pedro está dentro de um carro e engarrafamento a sua volta, som de buzina, ele começa a tremer, a suar, volta às lembranças da surra que tomou.
Ele sai do carro correndo.
Chega em casa.
-Pedro.
-Me abrace. – ela o abraça.
-Onde está o carro?
-Eu o deixei na rua.
o emprego na faculdade.
-Ele nem precisa mais trabalhar.
-Tá doido? O nosso dinheiro é ilegal. – ela se retira da mesa. – Já li e já sei o que ele tem, Síndrome do Pânico.
Ela foi falar com Pedro no dia seguinte.
-Se arrume. – ela abre as cortinas. – vamos sair, você está trancado nesse quarto já há um mês, o seu filho está preocupado com voc~e.
Ele vai à festa de aniversário de casamento de Daniel e Luana.
-Boa noite.
-Eduardo volta quando a empresa?
Ele não responde, olha para todos, ver em todos como um inimigo.
-Não ligue para ele, ele ta com problemas nos nervos.
Ela leva Pedro para um canto.
-Pára!
-Eles vão me pegar.
-Só foi um susto, temos a situação sobre controle. – ela ver o filho, Fábio, vira-se e não ver mais o marido.
Pedro corre desesperadamente, tem a sensação que estão o perseguindo, ele corre cada vez mais, tropeça e cai e começa a chorar, olhando para todos os lados, como um menino assustado, e as pessoas o olhando.
Ana chega em casa e encontra o marido no quarto.
-Sai desse quarto! – ela tira a coberta da cama. – Você vai se tratar, porque eu não me apaixonei por um covarde.

Nenhum comentário:

Central blogs

div align="center">Central Blogs

Colméia

Colmeia: O melhor dos blogs

Ueba

Uêba - Os Melhores Links