Pesquisar este blog

sábado, 12 de julho de 2014

Quadro.



Duas bichas velhas se agarrando no corrimão
E outra novinha em que todos passam a mão
O bonito malhado, desbotado procurando levar a bunda alguma coisa mais colorida
O boy tentando ganhar a noite em ato de desespero  mostra a sua coisa rígida
Beijos no escuro, língua atrás, leitinho pelo corpo
Todos se divertem sem nenhum anticorpo
Inclusive o sentado no mastro sem cerimônia
E aqueles sem conversa nem parcimônia
Tem algo pra cheirar pra ficar legal
E bebidas pra ficar soltinho diante de algum bear
Tudo no alto astral
Ou embaixo chupando uma bela glande
Sem fazer nada, apenas ouvinte do barulho entre paredes
Ou fazendo tudo com muitos sem que ninguém debande
Independente do tamanho do pau em que o prazer não se mede
Rostos conhecidos
Gostos percebidos
Nenhuma novidade
Apenas um sotaque diferente, língua diferente
Que não se fica indiferente
Pau desenhado sob a toalha
Ereção sobre o corpo não contendo o tesão
Mesmo assim diante de alguma bunda lisinha se falha
E mesmo assim você fica com alguém sem precisar de alguma coesão.


Nenhum comentário:

Central blogs

div align="center">Central Blogs

Colméia

Colmeia: O melhor dos blogs

Ueba

Uêba - Os Melhores Links