Pesquisar este blog

terça-feira, 28 de julho de 2009

Otage -Capítulo 27.

Manuela chega em casa.
-Filha prenderam Pedro.
-Como?
-Disse que acharam uma prova que o incrimina.
-espera mãe, que vou resolver isso.
Na delegacia.
-Eu tenho o direito de ver a prova que incrimina o meu irmão.
O delegado coloca um caderno na mesa, ela o abre.
Há várias fotos de Carolina e frases como: eu te odeio, vou te matar um dia, sangue, você será minha e de mais ninguém.
-O seu irmão tinha uma obsessão por ela, parece que tiveram um caso na adolescência, como ela o largou...
-Vocês não podem se prender nisso.
-Recebemos uma denúncia anônima dizendo que foi ele quem a matou, e ele foi visto no local do crime.
-Isso não prova nada.
-O júri é que vai decidir.
-Quero ver o meu irmão.
Ela o vê e começa a chorar, ele atrás das grades toca o rosto dela e ela beija a mão dele.
-Se eu souber quem te denunciou, eu juro que mato.
-Não fala isso, podem lhe escutar.
-Eu tenho certeza que foi um dos que estavam conosco naquela noite.
-Ela mereceu, eu faria de novo o que fiz.
-E eu planejaria tudo outra vez.
-Eu não tenho a coragem de lhe ver aqui, se eu denunciar os outros, os outros te denunciam. Eu estou disposto a pagar pelo crime sozinho.
-Não, você vai sair.
Manuela marcou encontro com todos.
-Pedro foi preso, suspeitam que ele matou Carolina.
-Mas vão juntar as peças, ninguém é capaz de fazer aquilo sozinho. -Bruno.
-Ele vai nos denunciar? -Elís.
-Quantos anos de cadeia pegaríamos por homicídio? -Ingrid.
-Meu Deus, dedo ou tarde isso aconteceria. -Caio.
-Ele é um idiota, como foi capaz de dar uma mancada dessa! -Heitor.
-Calem-se! Ele está disposto a pagar pelo crime sozinho, não se preocupem.
No tribunal o Juiz entra com o veredicto, e diz que Pedro é considerado culpado e que terá que pagar 15 anos pelo crime da própria prima.
Manuela chora ao levarem seu irmão e suas amigas a consolam.

Um comentário:

Nat Valarini disse...

Boa tarde!

Poxa, peguei a trama já no capítulo 27!

Mas não tem nada não... nunca é tarde para conhecer algo bom, né?

Sobre esta parte que eu li, achi interessante a sua forma de descrever as emoções, é muito envolvente, dá para sentir o nervosismo presente no texto.

Voltarei com mais tempo depois para apreciar o seu trabalho.

Kiso

Central blogs

div align="center">Central Blogs

Colméia

Colmeia: O melhor dos blogs

Ueba

Uêba - Os Melhores Links