Pesquisar este blog

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Do começo ao fim


Eu mesmo me prometi de não comentar nada em relação a esse filme sem antes de vê-lo, pois não gosto de criar expectativa em ninguém. Mas está rolando na internet que o filme nem chegue aos cinemas e vá direto em DVD, se acontecer isso será uma pena, pois é uma produção brasileira que não fala de violência e nem se trata de uma comédia e as imagens estão belíssimas. O filme relata a relação incestuosa de dois meio irmão e vem criando discussões acaloradas na internet. O filme tem no elenco Fábio Assunção, Júlia Lemmertz, Gabriel Kaufmann, Jean Pierre Noher, Louse Cardoso, Lucas Cotrim, Rafael Cardoso e João Gabriel Vasconcelos e dirigido Aluizio Abranches
O filme que estava com previsão de estrear no final de agosto, foi transferido para Dezembro e tem alguns que dizem que estar sem previsão até Janeiro de 2010. O filme que também tem dificuldades de encontra patrocinios, os dois que tem querem ficar anônimos. O filme retrata dois temas polêmicos o homossexualismo e o incesto, o primeiro ao meu ver é menos polêmico que o segundo, pois a dramaturgia está se falando muito nisso, mas o incesto na nossa sociedade ( e eu não me excluo disso, verem como crime). O filme que tem cenas homoeróticas bastante quentes e declarações de amor entre os dois personagens, quem tiver interesse e não conhecer assista ao teaser e ao trailer, confesso que fiquei meio incomodado ao ver o teaser que é bastante forte. O vídeo promocional do filme já teve mais de 300 mil visualizações no youtube. E chama a atenção de homo e heterossexuais na discussão.
O filme promete impactar e emocionar por que não? Pois a sinopse é uma história linda ( leia a sinopse oficial logo abaixo do texto).
Agora vou falar um pouco de preconceito, essa semana me surpreendi com um comentário no meu blog de uma história que eu escrevi que retratava um menino que era criado por um casal homossexual, e no texto não usei beijo entre as personagens, por crer que não cabia isso no texto, aí o comentador escreve que ao informar isso eu estav sendo preconceituoso. Aí nesse momento você acorda, pois eu acreditava que não era preconceituoso, conclusão, o preconceito está tão arraigado na nossa sociedade que tem certos momentos que ele aflora sem agente perceber. Um outro comentário em relação ao filme foi de um pastor que li em outro blog, que disse que o mundo estava perdido, uma criança interpretar um homossexual é o significado do fim da humanidade, isso devido a participação de Gabriel Kaufmann no filme, e que interpreta um dos componentes desse casal na infância. Aproveito a oportunidade para parabenizar a família, espero que não tenha feito isso por dinheiro, por que não se pode conversar com uma criança o homossexualismo, uma vez no cursinho um colega meu disse que achava revoltante colocar um casal de sapatão trocada juras de amor e carícias em pelna tarde na televisão podendo uma criança ver isso ( Na época estav passando a reprise de Mulheres apaixonadas). Voltando ao preconceito arraigado na nossa sociedade, um documentário que eu assistir na Tv Cultura que falava sobre o tema preconceito racial e negro na teledramaturgia brasileira, em que teve um depoimento de Zezé Mota, que falou que sofreu muito quando fez par romântico com Marcos Paulo ( chegaram ater a recomendar ao ator a lavar a boca depois das cenas, qual era o motivo de ele aceitar beijar uma negra todos os dias), e ela ao comentar isso com uma amiga, com o filho dessa amiga presente, o menino declarou que se ele se apaixonasse por uma mulher negra ele se casaria com, a mãe do menino se sentiu incomodada com a declaração, e ela não se considerava racista.
Aproveito também a chance para comentar um caso que li em outro blog lamentável que aconteceu numa das maiores paixões do brasileiro que é futebol, um jogador ( não me lembro o time agora) que se declarou gay, ao entrar no estádio foi gritado em alto bom som viado e toda vez que também pegava na bola, é revoltante que esse tipo de comportamento aconteça em pleno século XXI.
Desculpem acho que estende de mais e espero que o filme chegue ao cinemas mesmo, apesar de crer que o filme não vá acabar com o preconceito ou diminuí-lo, pois concordo com outro comentário que li em relação ao filme de que até podem dizerem depois do filme que gay é promíscuo mesmo, mas pelo menos é a opotunidade de ver o cinema brasileiro retratar outros temas.
sinopse: filme conta a história da médica Julieta (Julia Lemmertz). Ela tem dois filhos: Francisco (Lucas Cotrim, quando criança, e João Gabriel Vasconcelos, na fase adulta), com o primeiro marido, o empresário Pedro (o argentino Jean-Pierre Noher); e Thomás (Gabriel Kaufman e Rafael Cardoso), com o atual marido, o arquiteto Alexandre (Fabio Assunção). Rosa (Louise Cardoso) é a melhor amiga de Julieta. Os dois meninos têm uma diferença de idade de seis anos. Eles desenvolvem uma relação mais íntima do que o normal.

9 comentários:

Inez disse...

Belo texto. Vou procurar no youtube o trailer do filme pra ver.
Pela sua resenha me parece que o filme é bom.

Ray disse...

Eu A-D-O-R-O este filme!

TAIS MOREIRA disse...

Eu ouvi falar nesse filme, tb...
Nossa, lançar em DVD antes de lançar nos cinemas é cruel, hein? Mas, infelizmente, isso acontece, mesmo...¬¬'
Beijos

J P F O X disse...

Eu havia visto em um algum lugar algo sobre este filme e considero também ser uma pena se o mesmo não for lançado no cinema. A sociedade brasileira ainda tem certos pudores que se "cutucados" são difíceis de receber liberdade pelos menos para a discussão. Se isso acontecer vai ser uma pena.
Inté...

Luiza Terpins disse...

Esse filme vai ser (já é, na verdade) bem polêmico. Acho besteira lançarem ele de uma vez em DVD...chega a ser um desperdício de talento, uma vez que no cinema ele teria uma repercussão muito maior.

Guto :D disse...

Legal o filme,pena não ser lançado no cinema ir direto pro dvd ;/

Paulão Fardadão Cheio de Bala disse...

vc sofre de dislexia, surdez ou só gazeou mta aula de português? Vá escrever mal assim lá na Bahia rapá!

Alan Salgueiro disse...

A indicação é legal, o tema alarmante, só o desenvolvimento dele que ficou devendo. Tá meio confuso, parágrafos grandes demais e equívocos ortográficos.
Sobre o filme, acho que promete, tomara que seja bem desenvolvido nas telonas também!

Idealistas disse...

não conheço este filme,mas deu vontade de assistir!
excelente blog!
se puder visite:
http://pensamentossubentendidos.blogspot.com/

Central blogs

div align="center">Central Blogs

Colméia

Colmeia: O melhor dos blogs

Ueba

Uêba - Os Melhores Links